SIGA-NOS
 
PARTILHAR:  
Imprensa
“Galaicofolia” no Castro de S. Lourenço recebeu milhares de visitantes
Saldou-se num êxito a segunda edição da “Galaicofolia – 2000 anos de festa!”, que decorreu entre os dias 26 e 28 de Julho, no Castro de S. Lourenço, em Vila Chã, numa organização da Câmara Municipal de Esposende.
Ao longo de três dias, este evento cultural, de lazer e entretenimento recebeu milhares de pessoas, oriundas de todo o Norte de Portugal e da vizinha região da Galiza, em Espanha. Com efeito, e tal como se previa, a Galaicofolia traduziu-se num sucesso, fazendo deste evento uma aposta ganha e um cartaz turístico e cultural que se quer alternativo ao turismo balnear. Durante os três dias da Galaicofolia, o Castro de S. Lourenço esteve transformado numa verdadeira aldeia galaica, rodeado de um ambiente de grande animação e de uma mística muito própria, sendo que os concertos musicais constituíram os momentos altos da iniciativa. A festa arrancou em grande, com o concerto dos OqueStrada, no dia 26, e, no cartaz musical não faltaram nomes de referência da música folk, como Erica Buettner e o grupo galego Brañas Folk, que subiram ao palco no dia 27. O espectáculo do grupo Pé na Terra encerrou, na noite do dia 28, a Galaicofolia 2013. A par dos concertos e dos momentos musicais e de dança que foram animando o recinto da Galaicofolia durante todo o evento, o programa incluiu recriações históricas pelo Grupo Amador de Teatro Rio Cávado – Esposende (GATERC), proporcionando um regresso ao passado, concretamente à época castreja. Os visitantes foram, ao longo do evento, sendo convidados a entrar no espírito da festa, através de diversas ambiências históricas. O espaço infantil Caturo foi muito apreciado pelos mais pequenos, porque, para além de proporcionar animação, permitiu também dar a conhecer um pouco da história dos povos que viveram no Castro de S. Lourenço. Tal como na primeira edição, estiveram a funcionar oficinas de trabalho artesanal galaico e o mercado romano, não faltando a área alimentar com gastronomia galaica e romana. Os mais ousados, e foram bastantes, puderam colocar à prova a sua coragem e ousadia no desafio galaico, com actividades radicais, como voo em slide ou o salto em queda livre, e houve ainda a possibilidade de fazer passeios a cavalo e apreciar o curral com animais. A juntar a toda a animação diurna, com jogos e outras surpresas que foram acontecendo, as noites foram também de folia, não faltando a célebre queimada galaica, muito apreciada pelos visitantes. Para o sucesso desta edição foi fundamental o apoio e colaboração de vários parceiros, entre os quais a Junta de Freguesia de Vila Chã, e dos cerca de 130 voluntários que estiveram a trabalhar durante os três dias do evento.