SIGA-NOS
 
PARTILHAR:  
áreas temáticas
MODUS VIVENDI | RECRIAÇÕES HISTÓRICAS
Faça uma viagem no tempo
Na Festa Galaica queremos que sinta as vivências do castro de S. Lourenço, aldeia galaica com cerca de 2000 anos.
 
Aprecie o ambiente do monte de S. Lourenço ocupado por habitantes galaicos e romanos, uns guerreiros e pastores, outros oleiros e pescadores, mesmo ferreiros e até construtores…
 
Vagueie pela estação arqueológica e leve consigo a visão do estilo de vida característico do povoado!
 
Faça uma viagem no tempo e veja como viviam os Galaicos há 2.000 anos e assista a algumas cenas representativas da vida na época.
 
Histórias e peripécias dos povos que aqui viveram e, mesmo, dos que cá passaram serão recriadas através de representações teatrais que decorrerão durante vários momentos da festa.
 
Logo no dia de abertura do evento assistiremos à entrada triunfal no castro de S. Lourenço, montado na sua imponente quadriga, o centurião Lucius Flavius Tarquinius, dando as boas vindas aos visitantes e desejando-lhes uma boa festa.
 
GLADIADORES - Os Romanos e os povos romanizados adoravam ver estes homens a defrontarem-se em lutas que podiam levá-los à morte, a menos que a multidão lhes conceda mercê… A maior parte dos gladiadores são prisioneiros de guerra, escravos e criminosos, contudo, muitos são homens livres que escolhem lutar por vezes até à morte, em troca de glória, riqueza e para alguns, a liberdade.
Treino de combate de Gladiadores - assista à demonstração de vários exercícios de combate com diversas armas, (gládio, falcata, lança, escudo, tridente e rede).
Mesas pedagógicas - exposição de equipamento; exposição de armas e equipamentos de protecção utilizados pelos gladiadores; explicações ao público das armas, dos equipamentos e das técnicas utilizadas pelos gladiadores; explicações sobre os vários tipos de gladiadores e os seus estilos de combate. Estes momentos pedagógicos decorrem em permanência durante todos os dias do evento.
 
O CULTO DE ISIS - Uma das mais populares formas de teatro Romano foi o género da mímica, sem máscaras e promovendo o realismo estilístico em palco. A dança não tinha muita aceitação mas estava incorporada nos rituais religiosos como o culto de Ísis (popularizando bastante as dançarinas da Síria e de Cádis).
A apresentação realizada no Galaicofolia 2015 vai de encontro ao pantomimus, uma forma primitiva de ballet narrativo com a abordagem de temas mitológicos. Aliando a dança, a mímica e música será recriado um culto que incide sobre a vida e história de Ísis.
 
RAMEIRAS DE ALCOVA - Personagens femininas, de cabelos ao vento e sorrisos inebriantes, com um comportamento um pouco exagerado e eufórico, que são profissionais nas artes da sedução e do amor.
Provocando sempre um grande alarido e alegria por onde passam, vão oferecendo os seus préstimos e apregoando a sua experiência e saber a quem quiser aprender a sua arte.
 
MIMIAMBOS - O mimo é uma forma popular cómica, é um género composto de prestidigitação, canto, dança, acrobacia e imitação, originário da Grécia e que se torna extremamente popular no período Helenístico.
Não há personagens fixos, é representado sem o uso de máscaras, pelo que os papéis femininos eram representados por mulheres, companhias ambulantes que dão mais importância à performance do que às temáticas abordadas.
Esta farsa burlesca procurava representar os costumes da época de forma tão realista quanto possível. O ator/imitador representa imitando os gestos, comportamentos típicos ou formas de linguagem previamente conhecidos do público de forma a obter muitas vezes o riso.
 
BRUXEDOS DE ESCONJURO - Bruxas e espíritos, os seres das trevas e do Demónio, que representavam os medos do quotidiano medieval e eram temidos pelos fieis, horrorizados com a ideia de tal encontro.
Neste contexto, estas personagens mágicas vão seduzindo o público através das gargalhadas de divertimento após o susto inicial. Vão provocando nos visitantes grandes emoções, com um misto de deslumbramento, temor e gargalhadas. Dadas as especificidades de acessórios, trajes e representação, esta é uma intervenção noturna.
 
Horário: Dia 21 | 18h00 - 24h00; Dias 22 e 23 | 14h00 - 24h00